(83) 9.8151-9357 - sintefpb@gmail.com / Av. Primeiro de Maio 720, Jaguaribe - João Pessoa-PB
twitterfacebookyoutube

PEC 32 após a CCJ: o que saiu e o que permaneceu?

PEC 32 após a CCJ: o que saiu e o que permaneceu?

📢 NÃO É HORA DE DESCANSO

 

A aprovação da admissibilidade constitucional da PEC 32 gerou duas posturas dos servidores. Por um lado, houve a interpretação de que o governo consegue avançar com a Reforma Administrativa e que está muito difícil mobilizar. Essa avaliação prioriza o aspecto negativo do fato, a aprovação. Isso gerou um pouco de desânimo em alguns.

 

De outro lado, houve uma interpretação que levou em conta a dificuldade do governo em fazer avançar a pauta na Comissão. Houve diversos atrasos, retiradas de ordem do dia, corte de pontos como a subsidiariedade e os decretos autônomos, especulações na imprensa, sufoco de Arthur Lira defendendo a estabilidade dos atuais, virada de votos dos deputados e, o mais importante, um placar abaixo da expectativa do governo. A votação ficou 4 votos abaixo dos 43 necessários para alcançar dois terços, que é a fração necessária para uma PEC ser aprovada no plenário. Foram 39 favoráveis à admissibilidade e 26 contrários. Essa avaliação, super otimista, gerou um certo relaxamento para algumas pessoas.

 

⚠️ Nós do Fonasefe queremos fazer um alerta. Seja lá qual for a interpretação que podemos ter da votação na CCJ, não é hora de relaxar. A proposta está aí com seus principais pontos de pé: o fim da estabilidade dos servidores, o fim dos concursos públicos, a criação das 5 carreiras novas, a flexibilização de contratações, a abertura para a privatização, enfim, o fim do regime jurídico único dos servidores e uma avenida para o fim do serviço público no Brasil. Dia 29, coloque sua máscara, passe álcool gel, mantenha distanciamento social e vá para as ruas lutar contra o governo, a PEC, em defesa da vacina e do auxílio de 600 reais.

 

Via Fonasefe Divulgação ASCOM SINTEFPB

 

 

#vacinanobraçoalimentonoprato #29m #pec32não #deformaadministrativa
#pec32nao #vacinaparatodos
#vacinaparatodosja #vacinaparatodes #vacinaparatodxs

 

 

 

 

Deixe um Comentário