(83) 3221-0160 / 9316-8181 - Av. Primeiro de Maio 720, Jaguaribe - João Pessoa-PB
twitterfacebookgoogleyoutuberss

Nota de Repúdio do SINTEF – PB Coordenação Municipal de Guarabira

Divulgação Solicitada por Coordenação Municipal de Guarabira.

 

Segue abaixo Nota de Repúdio do SINTEF – PB CM Guarabira, para ser divulgada e para conhecimento de todos(as):

.

.

.

Nota de Repúdio

O Sindicato dos Trabalhadores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica da Paraíba, através de sua Coordenação Municipal presente no IFPB Campus Guarabira, vem de público, formalizar veemente REPÚDIO à atitude do Diretor de Desenvolvimento do Ensino do Campus Guarabira durante reunião com técnicos administrativos do referido Campus, realizada na última quinta-feira 16/02/2017.

                Durante a realização da Reunião com técnicos administrativos o Diretor de Desenvolvimento do Ensino explanava suas opiniões e dava explicações sobre o acordo pós-greve e o calendário de reposição dos servidores docentes e técnicos ligados a área de ensino, ao ser indagado por um servidor sobre quantos sábados letivos iriam ocorrer durante o período de reposição das cargas horárias acumuladas o Diretor de Ensino de forma brusca, grosseira e mal educada respondeu ao servidor: “FIQUE QUIETO QUE ESTOU COM A PALAVRA, QUANDO EU CONCLUIR VOCÊ PODE FALAR“. Seguiu então o Diretor com as suas considerações em tom de voz elevado, desproporcional ao local em que se realizava a reunião. De acordo com alguns servidores que procuraram a Coordenação Municipal do SINTEF, o Diretor literalmente gritava as suas justificativas como se falar alto fosse garantia de aceitação das suas idéias. Segundo esses relatos de servidores que participaram da reunião todos ficaram perplexos com a forma de tratamento do Diretor de Ensino do Campus Guarabira. A atitude gerou profundo constrangimento para o servidor e seus colegas de trabalho que se sentiram intimidados a fazer novos questionamentos com receio de que o tratamento dado ao colega fosse repetido.

                Não é a primeira vez que chega ao conhecimento do SINTEF – PB casos de tratamento inadequado por parte de Diretores do Campus Guarabira, vários servidores já relataram situações pontuais e isoladas sobre a forma rude como vem sendo tratados, por medo ou desconhecimento dos próprios direitos preferem não tornar os acontecimentos públicos a toda comunidade. Nós mesmos presenciamos durante uma reunião realizada no Campus no ano de 2016 uma intensa discussão dos Diretores com um grupo de docentes do Campus Guarabira, a época o Diretor de Ensino falou aos presentes que: “OS PROFESSORES ESTAVAM INSATISFEITOS POR QUE PERDERAM A ELEIÇÃO“ se seguiu então uma intensa discussão que graças à intervenção de colegas de trabalho não se transformou em um episódio mais lamentável do que já era. Nunca é demais lembrar que ser cortês, ter urbanidade, disponibilidade e atenção são deveres de todos os Servidores Públicos preconizados no Decreto Nº 1.171, DE 22 DE JUNHO DE 1994 que Institui o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal.

                Lembramos ainda que o “Assédio Moral consiste na exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, geralmente repetitivas e prolongadas, durante o horário de trabalho e no exercício de suas funções, ofendendo assim sua dignidade ou integridade física.”

                Cobramos da Direção do Campus Guarabira tratamento adequado aos servidores técnicos e docentes, não se justifica em nenhuma Instituição Pública e principalmente em uma de educação que esse tipo de tratamento seja visto como corriqueiro e normal ou como alguns justificam de forma errônea “É O JEITO DELE”, não é a Instituição e seus servidores que devem se adequar e suportar comportamentos inadequados de quem quer que seja. Estamos a disposição de todos os servidores que se sintam ameaçados ou prejudicados e esperamos pacientemente que situações constrangedoras como as citadas acima não se repitam.

 

Guarabira 20 de fevereiro de 2017.

 


Atenciosamente,

Coordenação Municipal de Guarabira.

Deixe um Comentário