(83) 3221-0160 / 9316-8181 - Av. Primeiro de Maio 720, Jaguaribe - João Pessoa-PB
twitterfacebookgoogleyoutuberss

De onde tirar o dinheiro? – Não ao confisco salarial!

De onde tirar o dinheiro? – Não ao confisco salarial!

David Lobão, coordenador geral do SINASEFE e servidor do IFPB campus Campina Grande, critica no vídeo acima o confisco dos salários dos servidores públicos como caminho para aumento da arrecadação da União durante a pandemia da COVID-19 e a crise econômica.

Lobão defende que a medida é insuficiente e perigosa, pois ao mesmo tempo que arrecadará pouco, deixará a economia com menos dinheiro circulando, além de privilegiar o já bilionário sistema bancário – que será bastante demandado por empréstimos.

Para o coordenador, o combate ao coronavírus exige:

  1. garantir renda mínima para a população;
  2. investimento no Sistema Único de Saúde (SUS);
  3. investimento em educação, pesquisa, ciência e tecnologia.

Ele ataca o PL do deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP), que propõe cortar 10% de quem ganha entre R$ 5 mil e R$ 10 mil e cortar de 20% a 50% de quem ganha acima de R$ 10 mil, sugerindo como soluções:

  1. tributar os lucros dos bancos;
  2. taxar as grandes fortunas;
  3. suspender o pagamento da Dívida Pública.

Como conclusão, David Lobão afirma que:

  1. o Brasil é um país rico e que não precisa confiscar salários da sua população para vencer a crise;
  2. os recursos para o combate à pandemia e à crise podem ser arrecadados sem penalizar os trabalhadores;
  3. o momento atual não pode ser utilizado para justificar políticas que concentrem mais renda nas mãos dos banqueiros.

.

Assista e compartilhe nas suas redes:

De onde tirar o dinheiro?

.

.

Download

Baixe aqui os slides utilizados por David Lobão durante o vídeo (formato PDF).

.

.

Por SINASEFE NACIONAL

Conteúdo relacionado

Deixe um Comentário