(83) 9.8151-9357 - sintefpb@sintefpb.org.br / Av. Primeiro de Maio 720, Jaguaribe - João Pessoa-PB
twitterfacebookyoutube

Não à Reforma Administrativa: Carta aos Deputados Federais

Não à Reforma Administrativa: Carta aos Deputados Federais

Campanha Contra PEC 32 lançou uma Carta Aberta aos deputados federais pedindo o apoio dos parlamentares (na forma do voto no plenário da Casa) contra a Reforma Administrativa (PEC 32/2020).

 

Confira o texto do documento na íntegra:

 

Contra PEC 32

 

Assistimos com muita preocupação à aprovação da Reforma Administrativa (PEC 32/2020na Comissão Especial por uma votação que nos causou estarrecimento. Em primeiro lugar, pelas sucessivas trocas de parlamentares na referida comissão. Mas outro fenômeno nos chamou igualmente atenção: a presença artificial de quase 100% dos parlamentares do Partido Novo, o qual, aliás, não tem tido qualquer compromisso com os trabalhadores e com o serviço público.

 

Na Comissão Especial, alguns defensores da PEC 32/2020 procuraram camuflar as reais consequências da Reforma Administrativa proposta. Em seus argumentos, insistiam que a referida PEC não atinge os atuais servidores públicos e que suas alterações se destinariam exclusivamente para novos servidores. Esse argumento é falso. Exemplos não nos faltam: haverá redução salarial em até 25%, além da abertura de contratação de servidores sem concurso público, entre outros exemplos, representando ameaças reais aos nossos futuros e às nossas carreiras. Ao contrário da narrativa predominante, não há combate a privilégios. Pelo contrário, o texto aprovado ataca duramente os servidores públicos que recebem menores salários (somos quase 12 milhões, com salários médios abaixo de R$ 3 mil), deixando de fora justamente os setores verdadeiramente privilegiados.

 

O pacote de maldades contra os atuais servidores públicos, entretanto, se apequena frente ao enorme ataque ao povo pobre brasileiro, que é quem mais necessita dos serviços públicos, pois a proposta da PEC em tramitação diminui a já fraca presença do Estado na vida dos mais humildes. Tudo isso justamente quando a população brasileira mais precisa de serviços públicos de qualidade, em especial nas áreas de Saúde e Educação.

 

Por todas essas aberrações, nós, servidores públicos, estamos realizando uma ampla campanha contra a PEC 32/2020 e não pouparemos ninguém que ajude a aprovar tamanha agressão. Faremos uma denúncia muito forte nos quatro cantos desse país para que nenhum parlamentar que vote a favor da PEC 32/2020 possa ser reeleito nas próximas eleições. Se votar, não volta!

 

Desde já, pedimos que votem contra a PEC 32/2020 e solicitamos o envio de um vídeo de cada parlamentar com o seu posicionamento para divulgar em nossas redes sociais. Lembramos ainda que, por se tratar de emenda à Constituição, a PEC requer quórum qualificado para ser aprovada, e a simples abstenção dos parlamentares também pode evitar a aprovação dessa medida de desmonte dos serviços públicos.

 

Assinam:
CSBCSP-ConlutasCTBCUTFonasefeForça SindicalFrente Parlamentar Mista do Serviço PúblicoIntersindical CentralIntersindical Instrumento de LutaMovimento BastaNova CentralPúblicaUGT e UPB

 

Download:

Baixe aqui a Carta aos Deputados Federais

da Campanha Contra PEC 32 (formato PDF, tamanho ofício, uma página).

 

 

 

 

News

02fev

Assembleia Multicampi

Olá, companheiras(os)! Estamos enviando abaixo a convocação para a Assembleia Multicampi, que acontecerá no dia 07/02/23 (terça-feira), de forma remota/online, a fim de garantir a ampla participação das(os) filiadas(os). Dessa…read more →
28jan

Live: Campanha Salarial 2023

Na próxima segunda-feira (30/01/23), às 19h, nós, do SINTEFPB, estaremos debatendo a Campanha Salarial do ano de 2023, que buscará o reajuste emergencial para toda a base do sindicato e…read more →
24jan

SINTEFPB se reúne com reitora do IFPB

Nesta segunda-feira, 23 de janeiro, os membros da direção geral do SINTEFPB, David Lobão e Hélio Gondim, junto com a Coordenadora de Direitos Humanos, Diversidade e Cultura do sindicato, Letícia…read more →

Deixe um Comentário