(83) 9.8151-9357 - sintefpb@gmail.com / Av. Primeiro de Maio 720, Jaguaribe - João Pessoa-PB
twitterfacebookyoutube

Após hospitalização de professor com COVID-19: CMRJ recua e suspende aulas presenciais

Após hospitalização de professor com COVID-19: CMRJ recua e suspende aulas presenciais

Via: Sinasefe

 

O Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ) informou na manhã desta segunda-feira (05/04), a suspensão de aulas presenciais na instituição. “Tendo em vista liminar da justiça, hoje só receberemos os alunos nesse primeiro tempo e os liberaremos para casa” explicou o CMRJ em mensagem enviada via WhatsApp para membros da comunidade escolar. A liminar citada impediu a retomada de aulas presencias no município do Rio de Janeiro. Contaminado com COVID-19, um professor militar do CMRJ está intubado (na UTI), e esteve ministrando aulas recentemente no colégio. O SINASEFE denuncia repetidamente a postura inconsequente dos gestores e reafirma a deliberação de greve contra qualquer retorno presencial de atividades neste momento.

 

Consequências trágicas

 

Além da possível motivação jurídica, a mobilização, e lamentável contaminação, de estudantes e professores foi determinante na suspensão das aulas. “O Colégio nunca obedeceu as ordens de proibição, desde setembro de 2020. Resolveu obedecer agora, depois de uma turma inteira de 2? ano se recusar a aparecer em sala, de casos de COVID-19 forçarem uma turma de 7? ano a não ter aulas e de um professor ser intubado no CTI. Infelizmente, o custo da intransigência foi alto e pode se mostrar ainda maior, pois não sabemos quantos mais já se infectaram” destaca o coordenador da seção sindical CMRJ, Marcelo Assunção.

 

Formalização pendente

 

A seção sindical CMRJ informou que ainda aguarda a formalização da suspensão das aulas presenciais, já que até 12h desta segunda (05/04) não foram divulgados documentos oficiais.

 

Conteúdo relacionado / Posts anteriores do Sinasefe:

 

 

Deixe um Comentário