(83) 3221-0160 / 9316-8181 - Av. Primeiro de Maio 720, Jaguaribe - João Pessoa-PB
twitterfacebookgoogleyoutuberss

A nossa Comissão Nacional de Supervisão (CNS) cobrou ao MEC retorno de reuniões e atendimento das reivindicações dos TAEs (Técnico-Administrativos em Educação)

A nossa Comissão Nacional de Supervisão (CNS) cobrou ao MEC retorno de reuniões e atendimento das reivindicações dos TAEs (Técnico-Administrativos em Educação)

Via: SINASEFE NACIONAL

.

.
A Comissão Nacional de Supervisão (CNS) do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE) do SINASEFE foi até a sede do Ministério da Educação (MEC) e cobrou retorno de reuniões e atendimento das reivindicações dos TAEs (Técnico-administrativos em Educação).

..

.

Comissão Nacional de Supervisão (CNS) do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE) do SINASEFE foi até a sede do Ministério da Educação (MEC), em Brasília-DF, na última sexta-feira (21/07) para cobrar o retorno das reuniões da CNS no MEC e o atendimento de reivindicações dos técnico-administrativos por parte do governo.

.

Debates da reunião
O primeiro ponto pautado pelos representantes do SINASEFE foi a retomada das reuniões da CNS no Ministério, que não ocorrem desde janeiro do ano passado – ou seja, na gestão do governo Temer, nenhuma reunião da Comissão foi realizada.
Os problemas gerados pelo ofício circular nº 1/2017/COLEP/CGGP/SAA-MEC, que na prática retrocedeu as descrições dos cargos do PCCTAE para o que está previsto no Plano Único de Classificação e Retribuição de Cargos e Empregos (PUCRCE), desconfigurando as atribuições de cada cargo e inviabilizando os concursos públicos, também foram colocados à mesa.
Neste ponto do debate o SINASEFE voltou a reivindicar a racionalização dos cargos do PCCTAE, demanda da CNS que se houvesse sido concluída – como nosso sindicato cobra faz mais de 12 anos – evitaria o atual desajuste que foi criado pelo ofício 01/2017.

.

Cobrança dos acordos das greves
Os acordos das greves anteriores que não foram cumpridos (sobretudo as greves dos três últimos anos) também foram mencionados, incluindo a demanda salarial dos técnico-administrativos que estão sem previsão de reajuste.
A possibilidade de uma nova greve por conta dos sucessivos descumprimentos dos acordos foi informada na reunião.

.

Pedido de agenda de encontros
Pela evidência de acúmulo de demandas, possibilitada pelo atraso do MEC em receber as entidades classistas – entre as quais o SINASEFE -, foi solicitada uma agenda de encontros do Ministério com nosso sindicato, para que os pontos em atraso possam ser vencidos com o devido atendimento. O MEC ficou de avaliar o pedido e indicar datas para futuras reuniões.
.
Presentes na reunião
A reunião se dividiu em dois momentos: o primeiro e mais longo, com a representação da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica(Setec); e o segundo, mais breve, com representação da Subsecretaria de Assuntos Administrativos (SAA).
Representaram nosso sindicato os membros da CNS Aliomar Silva (Sinasefe Ifes-ES) e Marilia Matsumoto (Sintietfal-AL). A Setec/MEC foi representada por Daniel Ferraz e Silvilene Souza. E a SAA/MEC foi representada por Josemir Martins.

.

Relatório da CNS
Os representantes do SINASEFE na reunião prepararam um relatório dos debates. Clique aqui para fazer o download do documento.

.

Fotos e cobertura ao vivo
Confira imagens da reunião com a Setec/MEC e com a SAA/MEC no álbum de fotos disponível em nosso site: clique aqui para ir até ele.
Relembre da peça de cobertura ao vivo que publicamos em nossas redes sociais durante a reunião: veja ela aqui.

.

Conteúdo relacionado

Deixe um Comentário