(83) 3221-0160 / 9316-8181 - Av. Primeiro de Maio 720, Jaguaribe - João Pessoa-PB
twitterfacebookgoogleyoutuberss

Confira o que ocorreu na 155ª PLENA do SINASEFE!

Confira o que ocorreu na 155ª PLENA do SINASEFE!

Descrição das atividades da 155º plena do SINASEFE (com base nas informações oferecidas pelo SINASEFE nas redes sociais). – Informações selecionadas por Carolina Lopes (Assessora de Comunicação do SINTEFPB)
.

.

A manhã do último sábado (04/08) iniciou com o credenciamento da 155ª PLENA. O evento foi realizado em Curitiba-PR, no Grand Hotel Rayon, nos dias 04 e 05 de Agosto.

Atividades do Sábado (04/08):

  • Informes das Seções Sindicais após a aprovação da pauta da Plenária Nacional. Denúncias de perseguições, assédios, problemas com a flexibilização da jornada, combate ao ponto eletrônico e adesão ao próximo Dia Nacional de Lutas (10 de agosto) são alguns dos pontos abordados.
  • Durante seu informe, o Sindscope apresentou sua campanha (adesivos, bandana e broche) em defesa da legalização do aborto no Brasil. Sindicato também distribuiu o material aos participantes da 155ª PLENA. Entenda melhor o debate sobre a interrupção da gravidez, em pauta nesta semana no STF, resgatado pela ADPF 442: http://justificando.cartacapital.com.br/2017/08/09/quais-sao-as-ultimas-noticias-sobre-o-direito-ao-aborto-no-brasil/

  • Edna Dantas e Maria Gabriela, integrantes do Acampamento Marisa Letícia, deram informe sobre a mobilização que já resiste há mais de 120 dias. Elas destacaram que a maioria dos participantes são mulheres, uma representação da população do Brasil. Elas reforçaram o chamado para dar bom dia e boa noite ao ex-presidente (sempre às 8h30 e 18h30) na vigília e falaram da importância das visitas aos espaços, suprapartidários, que se mantém com doações.
  •  Terceiro ponto em pauta neste sábado, mesa que debate a luta das mulheres está em andamento. Iniciaram as intervenções a economista e militante da Intersindical Simara Pereira e a servidora do IFC Caroline Pinho, doutora em educação, militante dos movimentos negro e feminista.

.

  • Mesa de análise de conjuntura retoma os trabalhos da Plenária Nacional nesta tarde de sábado (4/8).
    David Lobão (representando a CSP-Conlutas), Ricardo Costa Oliveira (professor da UFPR) e Maria Gabriela (coordenadora da juventude do Acampamento Marisa Letícia) compõem a mesa. Trabalhos são coordenados por Cristiane Gonzaga e Michel Torres, da Direção Nacional.

.

  • Finalizadas as falações da mesa de análise de conjuntura, participantes se inscrevem para realizar intervenções sobre o tema. 
    Informe do credenciamento também foi apresentado: participam do fórum deliberativo 72 delegados e 89 observadores, representando 41 Seções Sindicais.
  • Noite deste sábado na 155ª Plenária Nacional teve a continuação do ponto de conjuntura, com dezenas de intervenções dos participantes. 
    Defesa da liberdade do ex-presidente Lula, importância da unidade dos trabalhadores e luta pela revogação da Emenda Constitucional 95 foram alguns dos itens abordados. Intervalo para o lanche antecede último bloco de trabalhos previsto para hoje.
  • Traçando um histórico da Reforma do Ensino Médio (antiga MP 746, atual Lei 13.415), Mônica Ribeiro, professora da UFPR, inicia os trabalhos da última mesa deste sábado. Defesa da Rede Federal, com a denúncia da Reforma do Ensino Médio e da BNCC, é um dos itens do Plano de Lutas do SINASEFE.

  • Trabalhos deste sábado foram encerrados e a pauta do dia vencida. 
    Além de denunciar o caráter privatizante da Reforma do Ensino Médio e da BNCC, Mônica Ribeiro (UFPR) apresentou o trabalho do Observatório do Ensino Médio, que acompanha diversos ataques à Educação em curso no país.

.

Atividades do Domingo (05/08):

.

  • Precedendo a retomada dos trabalhos da 155ª PLENA, um grupo sindicalizados do SINASEFE participa do tradicional “Bom dia presidente”, nas imediações da Polícia Federal. Ex-presidente Lula está preso na capital paranaense desde abril. Plenária Nacional, também realizada em Curitiba, tem previsão de retomada às 10h deste domingo (5/8).

  • Os trabalhos da Plenária Nacional recomeçam na manhã deste domingo (5/8) com o debate dos Encontros Regionais do SINASEFE. Participantes do fórum deliberativo se dividiram em cinco reuniões regionalizadas no auditório do hotel Rayon, previsão de duração das conversas é de 20 minutos.
  • Definidas quatro cidades dos Encontros Regionais do SINASEFE, plenária fez uma pausa para checkout dos participantes. Delegados aprovaram a modificação do prazo de realização dos eventos, estendendo até novembro este período.

Alguns locais e datas dos eventos foram definidos:
Norte: Boa Vista-RR, em novembro; 
Nordeste: Recife-PE, em novembro; 
Centro-Oeste: Goiânia (1ª opção) e Brasília (2ª opção), em outubro ou novembro;
Sudeste: Rio de Janeiro-RJ, em outubro ou novembro;
Sul: Florianópolis, de 21 a 23 de setembro.

  • Plenária debateu e reprovou a proposição de composição mínima das mesas de análises de conjuntura neste eventos (participação da CSP-Conlutas, CUT, Intersindical, Intersindical – Instrumento de luta e organização da classe trabalhadora e Unidade Classista).
  •  A plenária aprovou, sem votos contrários, as resoluções do I Encontro de Comunicação do SINASEFE (ECOS). , que foi realizado em setembro de 2017.

  • A atividade foi encerrada às 13h30 deste domingo (5/8) com a aprovação de moções e encaminhamentos diversos sobre conjuntura e a luta das mulheres. 
    Dentre as resoluções aprovadas está a concepção de que o ex-presidente Lula é preso político. 
    Outro destaque foi a defesa de um sindicato nacional unitário e autônomo: “O SINASEFE deve buscar a mais ampla unidade, resguardando total autonomia da entidade frente às campanhas eleitorais e fortalecendo tanto as lutas gerais dos trabalhadores brasileiros, quanto defendendo os direitos da nossa categoria”.

.

A cobertura completa da 155ª PLENA será disponibilizada ao longo da semana nos canais de comunicação do SINASEFE. Estaremos atentos para divulgar aqui no sintefpb.org.br

.

.

Informações e fotos por SINASEFE – Selecionadas por Carolina Lopes (Assessora de Comunicação do SINTEFPB)

.

 

 

Deixe um Comentário